pagina Seja bem vindo ao nosso site Diocese de Itapipoca!

HISTÓRIA
HISTÓRIA
A Diocese de Itapipoca é uma circunscrição eclesiástica criada no dia 13 de março de 1971 pela Bula QUI SUMMOPERE do Papa Paulo VI, mas só foi instalada dia 21 de agosto daquele ano. Seu Primeiro bispo, Dom Paulo Eduardo de Andrade Ponte (in memorian) tomou posse apenas no dia 21 de novembro de 1971.

Em 1984, Dom Paulo Ponte foi transferido para a Arquidiocese de São Luis do Maranhão e, no dia 05 de maio de 1985, Dom Benedito Francisco de Albuquerque toma posse como o segundo bispo da Diocese de Itapipoca, permanecendo até 31 de julho de 2005, quando passou o governo da Diocese para o bispo, Dom Frei Antônio Roberto Cavuto, OFMCap. No dia 05 de dezembro de 2020, Dom Antônio passou o governo da Diocese para o atual bispo Dom Rosalvo Cordeiro de Lima.

BRASÃO DA DIOCESE DE ITAPIPOCA - BRASIL

DESCRIÇÃO HERÁLDICA

 

Brasão Eclesiástico Tripartido  com o campo superior em blau, à sinistra inferior, campo sinopla e à destra inferior, campo marrom. Uma carnaubeira em sinopla, um sol em jalde e um monograma em argente ladeado por correntes também em argente. Como Timbre, uma Mitra em argente com listas horizontais e verticais em gules e jalde, ladeado por um báculo em Jalde e uma Cruz, também em jalde, com um rubi ao centro, ambas as peças se cruzam atrás do escudo, próprios dos brasões de Diocese.  Abaixo, o mote, com um listel em argente com os dizeres “Diocese de Itapipoca” e a data da Criação da Diocese, 13 de março de 1971.

 SIGNIFICADO

 Azul: A Região Litorânea e a Maternidade de Maria.

Verde: A Região Serrana e a esperança do Rebanho desta Igreja Particular.

Marrom: A Região Sertaneja, lugar da Resistência e da força de um povo.

O Sol: Jesus, nosso Senhor, Sol da Justiça e da paz, que nos ilumina e nos impulsiona a sermos promotores da Justiça. A presença de Cristo aquece, esclarece e fortifica a Igreja, trazendo a todos o calor de sua Palavra que vivifica a missão.

O Monograma de Maria:  Nossa Senhora das Mercês, celestial Libertadora dos Cristãos, Padroeira da Diocese. Maria, que é Imaculada, vela e protege a Diocese e seu povo, que confia a Ela o seu padroado.

As Correntes quebradas em prata: A Presença de Maria, Senhora das Mercês, nos apresenta a Jesus e nos liberta de todos os males. Nós, cativos e caminhantes, somos libertados pela graça de Deus e Maria é aquela que, com sua presença, nos ajuda e nos conforta.

A Carnaubeira Verde: Árvore símbolo do Estado do Ceará, chamada “árvore da vida”, fonte de esperança ao povo pobre.

Mitra, Báculo e Cruz: Insígnias próprias para um brasão Diocesano. Simboliza o pastor, que junto a seu povo caminha em busca da salvação, levando o Evangelho de Cristo a todos. O Rubi na cruz representa o compromisso de dar a vida pelo Reino de Deus, assim como Jesus, que no alto da Cruz colocou-se como vítima em favor da humanidade.

Listel em Prata contento os dizeres “Diocese de Itapipoca, 13 de março de 1971”: Data da Criação da Diocese pela Bula "Qui Summopere", no pontificado do Papa São Paulo VI. A Diocese foi instalada no dia 21 de agosto de 1971, e seu primeiro Bispo foi empossado no dia 21 de novembro de 1971.

 

 

 

 





Nosso Whatsapp

 (88) 3631-0135

Visitas: 8864
Copyright (c) 2024 - Diocese de Itapipoca - Av. Duque de Caxias, 1125, Fazendinha, Itapipoca, CE, Brazil
Converse conosco pelo Whatsapp!